COORDENADORIAS

Debate Público

Professores do IF debatem a atual situação política e social do Brasil

 

Debate Público 10

Intitulado “Um Brasil dividido? Considerações sobre o contexto social e político do país”, o debate público entre os professores Dr. Sérgio Pedini e Dr. Andrei Venturini Martins trouxe informações consistentes e argumentos sobre a atual conjuntura social e política do país. O evento ocorreu no dia 04 de abril, no auditório do Campus Pouso Alegre.

Iniciando o debate, Pedini falou da divisão de classes no Brasil que ainda existe e que é preciso combater. Disse ainda que o Brasil vive uma “esquizofrenia” do combate à corrupção. E que, em seu ponto de vista, “está sendo travado um golpe à democracia”.

Para Venturini os meios de comunicação favorecem esse momento de divisão no país. Ele não vê no impeachment, um golpe. E ressaltou o medo de muitas pessoas se manifestarem, pois, se apoiam a presidente Dilma são consideradas corruptas e se não apoiam são golpistas. Para o professor, o país vive “um vácuo representativo”.

O debate foi acompanhado de perto por estudantes e servidores do IFSULDEMINAS, que puderam clarear um pouco a forma de pensar sobre o atual contexto político do país. “Acredito, que trazer um assunto tão polêmico para ser debatido foi um ato brilhante! Um belo exemplo de Democracia e Cidadania”, ressaltou a estudante de Licenciatura em matemática, Márcia Scodeller.

Debate público 1Para Pedini, o espaço foi muito propício. “Difícil você conseguir respirar fundo, ter a calma necessária para conseguir analisar o que está acontecendo e tentar trilhar um caminho sem essa euforia que a gente vê nas ruas. E  não há lugar melhor do que a academia, o locus ideal para se acalmar os ânimos e discutir com mais profundidade”, disse o professor.

“A sociedade está vivendo um momento em que as discussões políticas estão mediadas mais pelas paixões do que as reflexões. Então esse espaço é fundamental porque de alguma forma nós tentamos deixar um pouco de lado esses gritos de ódio que emanam das ruas para tentar elaborar uma interpretação da política isenta da violência. Essa violência política que cega as pessoas e não permitem que as pessoas vejam a divergência, que é um dos pontos centrais da democracia”, concluiu Venturini.

O encontro foi promovido pela equipe do Projeto de Extensão CINE-IF: diálogos acerca da imagem, composta pelos professores Yuri Vilas Boas Ortigara, Rosângela Alves Dutra, Elisângela Aparecida Lopes e Emerson José Simões da Silva.

Confira o debate no link:

https://drive.google.com/file/d/0B8O4_xNngujHSjlmbC1DR1hpNms/view?usp=sharing

 

Ascom Campus Pouso Alegre

06/04/2016